21S#1 – TEORIAS E METODOLOGIAS – ESPACIALIDADES E TEMPORALIDADES NA METRÓPOLE.

O grande desafio do século XXI é a democracia do espaço. A urbanização generalizada pela globalização enfrenta dificuldades de toda ordem: desequilíbrios ambientais, desigualdade social e perda da principal potencialidade das cidades: a livre expressão coletiva. Está claro hoje que a cidade deve ser algo além da garantida de suas funcionalidades básicas e sua eficiência produtiva. Um novo pensamento crítico deverá absorver os temas e abordagens relativos à complexidade da sociedade contemporânea no sentido da humanização de seu espaço. Esse é o papel da Academia dentro dessa rede de saberes que produzem e transformam as nossas cidades.

O objetivo do seminário é caracterizar a inflexão crítica que marca parte do debate sobre a arquitetura e o urbanismo depois da crise ideológica do neoliberalismo (2008) e do período denominado de “pós-crítico”.

Trata-se de uma proposta que procura inovar o debate teórico-crítico da Arquitetura e Urbanismo contemporâneos segundo uma perspectiva que leve em consideração os limites conceituais e políticos das estratégias disciplinares identificadas com a “pós-crítica”. Busca, ao mesmo tempo em que mira novos instrumentos de análise e reflexão, detectar tendências potencialmente transformadoras (“contra-hegemônicas”) tanto nas estratégias disciplinares quanto nas táticas de apropriação.

Para tanto, propõe uma reflexão teórico-conceitual que tem por base diferentes experiências internacionais apresentadas por pesquisadores de importantes instituições de ensino de Arquitetura e Urbanismo. O SESC tem despertado crescente interesse nesse campo, não apenas por alguns de seus edifícios emblemáticos, mas também por suas estratégias culturais diretamente conectadas aos lugares da cidade e seus habitantes.

Esse será o primeiro dos seminários 21S que pretendem promover debates e intercâmbios entre pesquisadores envolvidos no Projeto Temático FAPESP: Arquitetura e urbanismo frente ao espaço social do século 21. Estratégias de segregação e táticas de apropriação.

Clique aqui e confira a programação completa.

21S#1 – THEORIES AND METHODOLOGIES – PROCESSES OF SPATIALITY AND TEMPORALITY – IN THE METROPOLIS

The great challenge of the 21st century is the democracy of space. Globalization led to a generalized urbanization that is now challenged by all orders: environmental imbalances, social inequality and loss of the main potential of cities: free collective expression. It is clear today that the city must perform beyond the guaranteeing of its basic functionalities and productive efficiency. A new critical thinking should absorb the themes and approaches related to the complexity of contemporary society in the sense of humanizing its space. This is the role of Scholarship within this network of knowledge that produces and transforms our cities.

The purpose of the seminar is to characterize the critical inflection that marks the debate on architecture and urbanism after the neoliberalism ideological crisis  (2008) and the so-called “post-critical” period.

This proposal seeks to innovate the theoretic-critical debate of contemporary Architecture and Urbanism under a perspective which may take into account the conceptual and political limits of the disciplinary strategies identified as “post-criticism”. It seeks simultaneously to recognize new instruments of analysis and reflection and to detect potentially transformative (“counter-hegemonic”) tendencies in both disciplinary strategies and appropriation tactics.

With this goal, we propose a theoretic-conceptual reflection that is based on different international experiences presented by researchers of important academic institutions of Architecture and Urbanism. SESC has promoted a growing interest in this field, not only by some of its emblematic buildings, but also by its cultural strategies, which are directly connected to places of the city and its inhabitants.

​This will be the first of 21S seminars with the intent to promote debates and exchanges among academic comunity and the scholars involved in the Thematic Project FAPESP. Architecture and urbanism towards the 21st century social space: segregation strategies and appropriation tactics.

Click here and check out the complete schedule.