debate: metodologias de projeto participativo

datas:
25 e 27/11 das 19h às 21h
rua bento Freitas, 306
Entrada franca

descrição do evento:
o texto do plano diretor estratégico de são paulo (2014) institui um sistema municipal de planejamento que enfatiza o planejamento local e deixa brechas para que a histórica desconexão entre legislar / projetar o espaço urbano e a efetiva participação popular nos processos decisórios de produção da cidade possa ser revista. observando tal contexto e com o intuito de contribuir para o aprofundamento dos debates existentes no campo de metodologias para projetos participativos, instrumentos de participação e algumas experiências em arquitetura e urbanismo serão objetos de um ciclo de conversas. a iniciativa faz parte das atividades previstas pelo projeto “lugares de interação. metodologia participativa para transformação do entorno escolar.”

25/11 das 19h às 21h

mesa: instrumentos participativos

composição da mesa:

andrelissa ruiz [fundação tide setúbal]: frente de apoio aos planejamentos participativos
letticia rey [fórum de gestão compartilhada]: conselhos participativos municipais
mariana kimie [repep]: inventário participativo
vivi tiezzi [iniciativa bloomberg para segurança global no trânsito]: urbanismo tático

mediação: samira chahin


27/11 das 19h às 21h


mesa: experiências participativas em arquitetura e urbanismo


composição da mesa:

gabriel fernandez [cpc-usp]: revisão histórica
representante [fórum aberto mundaréu da luz]: campos elíseos vivo
marleide rezende [jd lapenna]: plano de bairro participativo jd lapenna
dea muner [co-criança]: praça livre para crianças
representante [peabiru tca]: assistência técnica em habitação de interesse social

mediação: rafael Mielnik