Faça parte do IABsp – Anuidade de 2016

Print

VALORES:

Anuidade para associados com até 5 anos de formado:
R$ 200,00, que poderá ser parcelado até 4 vezes.

Anuidade para associados com mais de 5 anos de formado:
R$ 300,00, que poderá ser parcelado até 4 vezes.

Anuidade para estudantes:
R$ 50,00

FORMAS DE PAGAMENTO:
Neste ano, para a comodidade de todos, disponibilizamos em nosso site www.iabsp.org.br/anuidade , um canal exclusivo para pagamento da anuidade, onde o associado poderá emitir o boleto, basta inserir o nº do CAU (com letra, nº e traço) ou p nº do CPF (sem nº e traço).

Prezado associado, caso tenha alguma dúvida ou dificuldade na emissão do boleto da anuidade de 2016 pedimos que entre em contato com o Departamento de São Paulo A/C Emerson e assunto ANUIDADE 2016 BOLETO pelo e-mail: iabsp@iabsp.org.br ou Fone: (11) 3259-6866 que prontamente enviaremos o seu boleto.

 


O IABSP JÁ INICIOU UMA NOVA FASE.

O ano de 2015, com todas as suas dificuldades foi um ano de fortalecimento para o IABsp.   Das antigas dívidas que encontramos e que impediam a fluidez nas ações do instituto (dívidas estas que datam desde a década de 90) já temos quase 90% solucionadas. Pagamos grande parte delas, negociamos e estamos pagando parceladamente outras e nas que não eram devidas entramos com processos judiciais. Hoje o IABsp consegue certidões e pode postular patrocínios e projetos que antes não podia. O nosso entendimento para com a gestão do instituto é que ele se assemelha a uma ONG com objetivo claro de fomento e valorização da arquitetura na sociedade nos seus diversos aspectos – acadêmico, no escritório, empresas e na administração pública. A atuação do arquiteto é múltipla e as diversas facetas fortalecem esta forma de conhecimento e de transformação da nossa realidade.   Portanto o IABsp hoje é uma entidade mais forte que há 1 ou 4 anos atrás.

O Projeto de Restauro do Prédio do IAB avançou. Depois da recuperação estrutural das marquises e seus devidos tratamentos, adiantamos a aprovação e execução do projeto de incêndio que é condição para o funcionamento do prédio (e também objeto de autuações dos órgãos competentes)

Aprovamos um patrocínio para sua implementação do Estúdio da Bienal de Arquitetura que começou em meados de 2015 e estamos trabalhando para sua viabilização.  A próxima Bienal abordará o desafio da realização dos projetos. Além do desenvolvimento do projeto, os arquitetos afirmam o compromisso com a sua realização. Firmamos uma parceria com a Faculdade de Direito da USP e durante os últimos 6 meses uma disciplina desta faculdade discutiu justamente quais os obstáculos ao “projeto” desde a sua contratação até a sua realização – tanto nas estruturações de financiamento como também em suas condicionantes ambientais. A discussão com os colegas advogados sobre as limitações jurídicas da profissão foi muito proveitosa e terá desdobramentos.

Estruturamos alguns concursos como o da Operação Urbana Água Branca e o de Piracicaba e os de Habitação Estudantil para UNIFESP e da Casa da Sustentabilidade em Campinas.   Em cada uma das oportunidades de concursos estamos aprimorando este que deveria ser o rito principal de contratação de projeto no pais.

Com a reforma da nossa sede adiantada, realizamos em julho em homenagem ao centenário do arquiteto João Batista Vilanova Artigas a 148ª Reunião do Conselho Superior do IAB. Recebemos na ocasião aproximadamente 80 colegas do Brasil inteiro com atividades diversas desde a discussão da Lei 8.666 com representantes do Congresso Nacional como também visita à exposição do centenário no Itaú Cultural como debates com o Arquiteto Pedro Paulo de Mello Saraiva e uma apresentação do Secretário de Habitação do Estado de São Paulo – Rodrigo Garcia. Conseguimos reequipar o auditório que está funcionando no mezanino com novas cadeiras e instalações. Diversas atividades, debates e eventos começaram a ocupar o prédio do IABsp. É o IAB de volta à cena cultural da cidade. A Escultura do IABsp de autoria do artista Alexander Calder foi participar de uma exposição em Londres na Galeria Tate Modern. A importância da obra bem como sua visibilidade mundial mudou. Mais de 105000 pessoas do mundo inteiro visitaram a exposição segundo relatório que a Tate nos mandou. Em contrapartida, a obra foi restaurada pela fundação Calder em Nova York e retornará ao IABsp em abril.

Nacionalmente, algumas conquistas já se enunciam.   O IABsp fez a proposta de inclusão do Projeto de Arquitetura como segmento cultural a ser incentivado pela Lei Rouanet. A proposta já foi acordada na Comissão Nacional de Incentivos Culturais do Ministério de Cultura. Nos próximos meses os procedimentos legais serão ratificados e o Projeto de Arquitetura independente do programa poderá receber incentivos da Lei. Considerando que no ano de 2015 os recursos da Lei Rouanet totalizaram 1bi e 300mi de reais, ainda que uma pequena parcela deste significará um montante razoável para Arquitetura Nacional. A Arquitetura integrante da cena Cultural Brasileira contemporânea.   Também em nível nacional, 2 meses após sua nomeação, tivemos reunião com o Ministro Kassab. Nesta reunião propusemos uma ação nacional de qualificação do Programa Minha Casa Minha Vida através de Concursos de Projetos e de articulação da rede nacional dos IAB’s estaduais com integração entre o Ministério das Cidades e o poder Local no sentido de criar empreendimentos de Habitação Social mais integrados às cidades e com projeto qualificador. Esta ação esta em estruturação no momento.

Na cidade de São Paulo tivemos a noticia de uma nova alíquota na cobrança do ISS para os Escritórios de Arquitetura.  O IABsp protagonizou a negociação com a Secretaria de Finanças conseguindo a remissão (perdão) de grande parte da dívida e que o remanescente ficasse livre de multas e juros além de parcelado.

Para este ano, a perspectiva de conclusão da obra da Sede, o inicio de operação do Bar do IAB e a realização da 11ª.BienaldeArquiteturadeSãoPaulo são os nossos objetivos.   Para tanto, a colaboração de todos os Arquitetos é fundamental. O enfrentamento, através da arquitetura e do projeto, dos graves problemas que enfrentam nosso país é nosso instrumento que com a historia quase centenária do Instituto, pode abrir novos caminhos para a construção do território brasileiro.

O IAB é mais forte com um numero maior de associados. O esforço das últimas gestões na recuperação e fortalecimento do IAB coloca o Instituto pronto para, na sociedade contemporânea, fortalecer a luta pela construção de um Projeto Nacional com a qualificação das nossas cidades, nossa estrutura produtiva e a melhoria das condições de vida de toda a população. A nova compreensão da gestão do Instituto como uma ONG se fortalece com um número expressivo de associados ativos. Isto indica reconhecimento da categoria e disposição desta a contribuir na elaboração de políticas publicas sobre o território. A situação de crise ética, política e econômica por que atravessa o país demanda a nossa contribuição. A defesa do projeto enquanto instrumento de controle dos gastos públicos, ferramenta anticorrupção é a afirmação diária do IAB em todas as suas atividades. Isto é defender a Arquitetura, nossa forma de contribuição à estruturação (reestruturação) do país.   Somos aproximadamente 40.000 arquitetos em todo estado.   O CAU se estrutura como autarquia e nunca substituirá o papel do IAB como canal de posicionamento critico e livre para a arquitetura. No mundo contemporâneo, as associações livres, em torno de ideias, como o IAB, são o futuro. A Arquitetura cuja contribuição à realidade é por si holística e não setorial, indica o arquiteto como profissional do futuro   – longe de discursos meramente corporativos e junto a profissionais de diversas outras áreas na construção de um projeto nacional. Para uma atuação forte, o IAB demanda representatividade além de historia. Esta representatividade construirá o futuro do IAB.

Associe-se! Se você já foi associado e parou de contribuir nada será cobrado deste passado. Apenas associe-se para o futuro. O passado do IAB é forte. O momento é o de construção do futuro.

A contribuição associativa anual não é um valor alto. Poderá ser paga à vista com desconto ou parcelada sem reajuste. Faça seu plano, contribua para o fortalecimento da profissão. Nosso objetivo é no mínimo dobrar o numero de associados. Este numero será importante para a viabilização dos projetos como o restauro da Sede, a Bienal e diversos concursos. Temos certeza que com a sua participação e contribuição a Arquitetura se fortalecerá.   A cada projeto que cada arquiteto desenvolve isoladamente há uma contribuição para o crescimento da profissão. O IAB fortalece nossa atuação individual como arquitetos. E maior será este fortalecimento se você estiver junto. Participe! Associe-se! Venha procurar junto soluções na dimensão coletiva e institucional da nossa atuação profissional. O número de associados atual é muito baixo. Vamos virar este quadro e afirmar o arquiteto é como profissional do futuro!