Abrindo Caminhos: Preparativos para a 13a Bienal. Arquiteturas Insurgentes e Afrolatinas

A 13ª Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo abre caminhos para falar sobreArquiteturas Insurgentes e Afrolatinas com o arquiteto e urbanista Fabio Velame e Hariel Hevignet, arquiteta e urbanista, artista plástica com práticas autobiogeográficas. A mediação será feita por Luciene Gomes, arquiteta e urbanista, professora da UFRB – Universidade Federal do Recôncavo da Bahia e co-curadora da Bienal junto à equipe Travessias.

O evento será realizado na plataforma Zoom no dia 07 de dezembro, às 18:30h, com emissão de certificado.

Vagas limitadas. Inscreva-se aqui!

Quinta-feira
09 de dezembro
18h30

 

Convidada:

Hariel Hevignet

Graduada em Arquitetura e Urbanismo pela UFG, é artista plástica com práticas autobiogeográficas. Criou o conceito de AXÉTETURA, onde faz o deslocamento das imposições epistêmicas eurocêntricas-modernas-capitalistas buscando suas referências de espaço, território, lugar, cultura, conhecimentos e formas de saberes a partir da cosmovisão afrocentrada e da Encantaria Indígena. Seus trabalhos manifestam intersecções sociais a partir do feminismo negro com o foco decolonial afrodiásporico e ameríndio. Trabalha com poesia onírica, performances, colagens e costuras de elementos da natureza como forma de ritualística-tempo-espaços para ativar curas nos corpos astrais.

Convidado:

Fabio Velame

Possui Graduação em Arquitetura e Urbanismo pela Faculdade de Arquitetura da UFBA, Mestrado e Doutorado em Arquitetura e Urbanismo pelo PPGAU-UFBA. Atualmente é Professor Associado I (D.E.) da FAUFBA, professor do RAU+E Curso de Especialização em Assistência Técnica para Habitação e Direito à Cidade: Residência Técnica em Arquitetura, Urbanismo e Engenharia FAUFBA. Pesquisador Permanente do CEAO Centro de Estudos Afro-Orientais UFBA. Professor Permanente do PPGAU Programa de Pós-graduação em Arquitetura e Urbanismo UFBA. Líder do grupo de pesquisa EtniCidades: Grupo de Estudos Étnico-Raciais em Arquitetura e Urbanismo – CNPQ/FAUFBA. Membro do grupo de pesquisa Patrimônio e Identidades: pesquisa multidisciplinar em relações étnico-raciais e estudos africanos do Pós-Afro da FFCH/UFBA. Coordenador nacional da área de Arquitetura e Urbanismo da Associação Brasileira de Pesquisadores Negros – ABPN. Membro da Associação dos Pesquisadores Negros do Estado da Bahia – APNB. Membro da Associação Brasileira de Estudos Africanos – ABEA. Membro do Colegiado Setorial de Culturas Afro-Brasileiras da SECULT-Secretaria de Cultura do Estado da Bahia para o biênio 2014-2016. Têm experiência na área de Arquitetura e Urbanismo com ênfase em Cidades Africanas, Arquiteturas e Urbanismo Africano, Diásporas Negras e Cidade, Arquiteturas e Cidades Afrodiaspóricas, Racismo e Cidade, Arquiteturas de Povos e Comunidades Tradicionais, Arquiteturas de Grupos Étnico-Raciais, e Arquiteturas Afro-brasileiras. Autor dos livros: Arquiteturas da Ancestralidade Afro-Brasileira: o Omo Ilê Agboulá um templo de culto aos Egum no Brasil; Arquiteturas Crioulas: os Terreiros de Candomblé de Cachoeira e São Félix. E é coautor da Coleção Quilombos Bom de Ver e Bom de Viver.

—-
Adicione a programação do iabsp na sua agenda pessoal! Clique aqui